Era uma vez…

Quem chega a minha vida não vai saindo assim
Traz, deixa e leva um pouco de mim.
Do seu coração faço questão de uma parte
e ao meu é colocada, como obra de arte.
Quem de mim se aproximar
também pode algo daqui levar
e sempre algo nos unirá:
amor, saudade, lembrança ficará.
Não são apenas nomes e histórias jogadas ao vento,
São almas que se encontram e vivem aqui dentro.
Se você me disser que nunca mais nos veremos,
as lembranças e os momentos nunca me permitirão esquecer.
Se um dia eu vier de algo a me arrepender
Sei que poderei dizer que nunca deixei de aprender,
e foram todos vocês que me ensinaram
a dividir alegrias e tristezas com aqueles que olharam
e viram que valia a pena conhecer,
viver, crescer, merecer.
Merecer essa amizade tão linda,
que aqui começou, mas jamais finda.
Posso talvez ser a lembrança futura e míngua do colegial,
Mas em mim foi deixado algo magistral.
E poderei dizer a quem quiser me ouvir,
Contando e lembrando a sorrir:
Era uma vez…
Vocês!

 

[Despedida do colegial, escrita para meus amigos que comigo se formavam,
por Daniela Urquidi, novembro de 2004]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: